News

Campanha de coleta de Lixo Eletrônico na Fundação Getúlio…

Ponto de Coleta na FGV Botafogo

Mais uma oportunidade de descartar de forma consciente o seu resíduo de equipamentos elétricos e eletrônicos (REEE), dessa vez na Fundação Getúlio Vargas que através que através do seu departamento de sustentabilidade e meio ambiente se uniu com a nossa equipe para colocarmos um ponto de entrega voluntaria de Lixo Eletrônicos em 2 das suas unidades.
Para quem esta com material em casa e não sabe como descartar, basta comparecer com seu material na unidade de Botafogo ou na unidade da Candelária com seu equipamento e depositar em nosso ponto de coleta, assim você assegura que seu resíduo será descartado através do nosso programa de logística reversa.
Os endereços são:  FGV Centro, Rua da candelária, 06 E FGV Botafogo na Praia de Botafogo, 190 – A campanha vai acontecer até dia 15/06 e o horário de funcionamento é de 7hs as 23hs.

Participem e divulguem para quem possa se interessar, o importante é não descartar como lixo comum nada que possa contaminar o meio ambiente, e nem o que puder ser reciclado, no caso o lixo eletrônico tem as duas características, então vamos nessa.

Ponto de Coleta na FGV Centro
Serviços

Destruição Segura e Completa de Dados

Atualmente empresas e pessoas que utilizam equipamentos eletrônicos acabam colocando diversas informações importantes nesses dispositivos, muito do que fazemos fica salvo para facilitar nossa vida diária, nosso trabalho e etc.

Esses equipamentos mesmo com defeitos continuam mantendo muitas das suas informações que podem vir a ser recuperadas por pessoas mau intencionadas, diversos métodos existem para proteger os seus dados de serem recuperados, dentre os métodos existentes a maiorias utiliza magnetismos e softwares para apagar e eliminar os dados dos usuários.

O problema é que mesmo métodos de destruição física básica não garantem 100% que os dados não poderão ser recuperados, a unica forma de realmente garantir é a destruição física total.

As imagens a seguir apresentam a destruição de 2 aparelhos através do nosso método. Os equipamentos foram desmontados e suas placas vitas foram colocadas em um forno mufla , ficando submetidas a uma temperatura de 800 graus por 40 minutos sofrendo assim um processo de calcinação que eliminou toda e qualquer existência de dados, e assim impossibilitando sua recuperação por qualquer pessoa ou equipamento.

Esse tipo de processo pode ser feito com qualquer tipo de aparelho eletrônico que pode armazenar dados, garantido assim a segurança e proteção das sua informações.

O material que sobrou foi moído e incluído em processos de reciclagem para recuperação e reutilização de seus elementos como matéria prima. Sendo o Cobre, Níquel, Estanho e o Alumínio os elementos principais retirados nesse processo.

Caso tenha interesse e necessidade de proteger suas informações entre em contato pelo telefone. (21) (21) 2413-1599 / 24156371 / 99603-8120 ou pelo email: adm@futurambiental.com

News

Lixo Eletrônico: você ficara surpreso com esses dados

Atualmente estamos enfrentando muitas questões relacionadas ao meio ambiente, como mudanças climáticas, poluição, desmatamento, etc. À medida que a população aumenta, o mesmo acontece com os resíduos. E nas últimas duas décadas, a tecnologia vem crescendo rapidamente mudando o estilo de vida das pessoas. Muitos gadgets não são mais considerados como um luxo, por isso podemos comprá-los e acabamos facilmente substituindo um dispositivo por um novo. Todos os anos, os fornecedores lançam seus novos produtos. Por exemplo, as grandes empresas como Apple, Samsung, Microsoft e muitas outras têm seus eventos anuais para lançar seus novos produtos, como smartphones, computadores e televisores.

O Que É Lixo Eletrônico?
Muitas pessoas vão substituir seu smartphone por um novo ainda esse ano. O que acontece com os smartphones antigos? Algumas pessoas podem vender o telefone ou entregá-lo a alguém, mas nem todas farão isso. Toda vez que o novo produto chega, o mais antigo se torna um resíduo. Esse tipo de resíduo é chamado de lixo eletrônico. Mas, o lixo eletrônico é mais do que apenas um telefone celular velho, inclui todo o lixo eletrônico que não precisamos mais, não tem mais serventia e nem queremos guardar.
Alguns fatos sobre O Lixo Eletrônico
O lixo eletrônico é mais perigoso do que muitos outros resíduos, pois contém resíduos físicos e químicos tóxicos ao meio ambiente. Aqui estão alguns dados interessantes sobre o lixo eletrônico.

  • Segundo as Nações Unidas, 20 a 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico são descartadas a cada ano
  • Segundo a EPA, apenas 12,5% do lixo eletrônico é reciclado.
  • Os Estados Unidos geram cerca de 9,4 milhões de toneladas de lixo eletrônico por ano (mais do que qualquer outro país).
  • Os países em desenvolvimento tornaram-se o aterro para o lixo eletrônico. Conforme os dados de 2014, cerca de 418 milhões de toneladas de lixo eletrônico são descartadas para os países em desenvolvimento.
  • Guiyu, China tornou-se a aldeia de lixo eletrônico. O lixo na maior parte veio dos EUA e de outras nações europeias.
  • A partir dos dados da EPA em 2010, 350.000 telefones celulares são despejados por dia, o que corresponde a 150 milhões de telefones por ano.
  • Na América, o lixo eletrônico contribui com apenas 2% do lixo no aterro, mas equivale a 70% do total de lixo tóxico.
  • Aparelhos de televisão antigos, bem como monitores CRT (tubo de raios catódicos) contêm aproximadamente 1-3 kilogramas de chumbo, uma neurotoxina. Descarte inadequado significa que essa substância tóxica pode se infiltrar no solo.
  • São necessários 240 litros de combustível fóssil, 21 Kilogramas de produtos químicos e 1,5 toneladas de água para fabricar um computador e monitor, de acordo com a Electronics TakeBack Coalition.
  • Reciclar um milhão de laptops economiza a energia equivalente à eletricidade usada por 3.657 residências em um ano, segundo a EPA .
  • Estima-se que 40% dos metais pesados ​​nos aterros vêm de eletrônicos descartados, de acordo com Jonas Allen, diretor de marketing da EPEAT, um sistema de classificação eletrônica verde.
  • A Universidade das Nações Unidas estima que os volumes globais de lixo eletrônico poderão aumentar em até 33% nos próximos 5 anos.

O Que Podemos Fazer Para Resolver O Problema?
Resolver completamente a questão do lixo eletrônico ainda está longe demais. Mas você pode contribuir para reduzir o problema com alguns pequenos passos e inspirar mais pessoas, quem sabe poderemos alcançar uma solução real. Aqui estão as coisas que você pode fazer para amenizar o problema do lixo eletrônico.
Doe Seus Dispositivos Não Utilizados
Quantos dispositivos você tem em casa? Quantos deles não são mais usados ​​ou desejados? Talvez você ainda mantenha seu antigo desktop ou laptop. Você não usa mais eles porque precisa de mais desempenho ou de tecnologia mais recente, mas isso não significa que esses dispositivos não possam ser mais usados. Se você não precisa, não significa que alguém não vai achar útil. Você pode entregá-lo a uma ONG, Centro Social ou Associação que possa fazer uso desse equipamento. Dessa forma, você não precisa jogá-lo fora como um desperdício, não gera mais resíduo e ainda ajuda na inclusão digital e tecnológica de mais pessoas.

Programa de Reciclagem

Você pode e deve encaminhar seus equipamentos que não serão mais utilizados para empresas de reciclagem, a Lei 12.305/2010 que instituí a Política Nacional de Resíduos Sólidos prevê como responsabilidade também do consumidor a destinação correta de seus lixos eletrônicos. Para tal é importante se certificar que a empresa que você escolheu possui todas a licenças para operar e oferecer o serviço de reciclagem de resíduos eletrônicos, até mesmo para garantir que seu material não vai ser descartado de forma errada causando mais danos ao meio ambiente. Nós aqui da Futura Soluções Ambientais trabalhamos para oferecer o melhor serviço na destinação correta do materiais eletrônicos que recebemos e possuímos todas a licenças necessárias para realizar tal serviço.